domingo, 20 de março de 2011

Japoneses: pacatos ou ponderados?

Terremoto, tsunami e ameaça nuclear estão, sem dúvida, entre as palavras mais discutidas nos últimos dias. Acredito que a maior parte da população mundial, enfrentando tais problemas, se comportaria de forma atípica.

Independente das diversas opiniões, do que seria certo ou está errado, sou uma admiradora do comportamento ponderado dos japoneses em situações de tamanha complexidade.

Fila para receber água potável na região ameaça pelo perigo atômico

Lembrando de tragédias recentes visualizo desesperados, muitas vezes investindo uns contra os outros (não importa quem), na busca frenética de comida, água...

Pior que nos eventos catastróficos, são as comuns cenas de selvageria na chegada dos ônibus, nas aglomerações, nos estádios, nas mais variadas “filas”..., enfim, sempre que os direitos e deveres coletivos fazem-se necessários (e obrigatórios), parece aflorar o instinto bestial de um direito individual totalmente equivocado.


8 comentários:

  1. Admiro muito o Japão devido ao que está acontecendo.Você pode ter certeza que eles vão reconstruir tudo e o Brasil ainda vai estar construindo os estádios da copa.


    Estou ajudando uma amiga na divulgação do blog, se puder comentar e ajudar...Abraço
    http://gihcamp.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de ser seu amigo.
    Pode acompanhar as minhas notícias e se tornar membro do meu blog no:
    http://pentecostalwebradio.blogspot.com/

    Qualquer coisa estamos por aí.
    Marivan.

    ResponderExcluir
  3. Interessante notar que como vc disse, no Japão há esse sentimento de ponderação a toda prova. Mas também se deve em parte ao fato de a sociedade japonesa ser muito hierarquizada - na família, na escola, na ára de negócios (uma cultura muito arraigada é a do 'emprego perpétuo' onde numa empresa o funcionário fica 'estável' até o fim de carreira, não por causa de leis, mas pelo sentimento de respeito aos mais veteranos.

    Já na também oriental China, eles se parecem mais com os latinos. Não respeitam filas, cospem no chão. Lá existe o consenso social de que 'os fracos pegam fila'. Alguns chineses acham estranho o fato de europeus por exemplo serem tão educados quando vão ao mercado ou banco. Até mesmo num mesmo contexto de 'ambiente zen' como Japão e China, temos essas discrepâncias!

    ResponderExcluir
  4. Este comportamento dos japoneses é fruto em parte da própria cultura deles, e em parte do treinamento intensivo que eles recebem desde a escola para lidar com este tipo de situação, visto que é um povo que constantemente sofre tragédias naturais. E sim, é muito, muito admirável! Beijos! :)

    ResponderExcluir
  5. Na verdade eles parecem estar anos a nossa frente. Conseguem sair de devastações com rapidez e perseverança únicas, são organizados, incansáveis, dedicados, honrados... difícil ver qualquer paralelo com o que temos como "nossa" realidade.
    Eles sairão dessa, e muito antes de nossos governantes fazerem algo pelas tragédias daqui.
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Acho que cada qual tem sua cultura e por conta disso desenvolvem um tipo de temperamento.
    Os orientais são muito diferente dos ocidentais mas nem mais e nem menos, apenas são o que o que são.
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Concordo com a galera,é reflexo de toda a Cultura ,do modo de vida e condicionamento ali existente.Mas,é admiravel,não só a forma como reagem à tragédias,como a forma que vivem!
    Temos muito o que aprender.
    Gostei dessa sua observação,de fato,sagaz!
    Beijos :)

    ResponderExcluir
  8. O Japão é um país que sempre se supera. Após o fim da segunda guerra mundial, eles provaram à tudo e todos, o que são verdadeiros guerreiros. Não se intimidam e superam todas as dificuldades com inteligência e trabalho.
    Um povo que merece todo o respeito do resto do planeta.
    Boa semana.

    ResponderExcluir